quinta-feira, 6 de setembro de 2012

Monareta...


ah, minha monareta verde, eu odiava emprestar...aí quando cresci e me apaixonei, fiz até poeminha desse amor usando ela:

deu vontade de te encher de sol
grama beijos passarinhos
vontade de te lambuzar
te adoçar ainda mais
catar e te dar de presente
a felicidade que escondi
vontade de dar certas coisas
que nem sei se tenho ainda
uma certa luz que eu via
um jeito de acreditar
minha gaveta de guardados
minha coleção de conchinhas
meu pátio e os esconderijos
até minha “monareta”
eu queria te emprestar 

Nenhum comentário: