quinta-feira, 2 de agosto de 2012

exercicio de ficção by Cheiuche

Minha amiga, me deu uma cola de um exercicio otimo de ficção do Mestre Cheuiche...

Ganhei estas cinco palavras e com ela teria que criar alguma coisa: COCADA - LOUCO- PREGUIÇOSA- DISCUSSÃO -MORTE... eis o que saiu:

 Uma cocada gostosa, era assim que a mãe adoçava as tardes, era o doce preferido da Ana Cândida que ela fazia como um carinho, ralando o côco, misturando e depois com a mão dando a forma de coração. Passavam as tardes naquele seu brinquedo que cúmplices compartilhavam, depois mais tarde na varanda, se deliciavam.

Completamente louco seu pai ficava quando as encontrava assim, livres e sorridentes nas tardes de cocada, era como se ele soubesse não fazer parte da confraria, como se temesse que na intimidade compartilhassem alguma trama, uma vez ensandecido jogou as cocadas ao chão, pisoteando-as.

Preguiçosa era ela, ou revoltada, nesses acessos , deixava de fazer tudo: Não arrumava as camas, não fazia comida, não fazia cocada, não trocava o Pedro. Ana Cândida com medo dos rompantes do pai corria a fazer tudo, ao que a mãe cada dia mais alheia repetia: Deixa, deixa, ele gosta assim...

Uma grande discussão estremeceu a casa uma noite, diferente de outras vezes Helena não chorou, era como se tivesse secado. Antônio esbravejava, ofendia, ameaçava quebrar os moveis, talvez querendo desesperadamente provocar uma reação, mas só o silencio de Helena acabou gritando e ecoando pela casa.

Mas nem pensar em outra coisa Ana Cãndida conseguiria, só que seu pai a estava matando. Da forma mais cruel de morte, seu pai foi apagando seu sorriso, sua leveza, sua mãe foi murchando, murchando, até que não mais resistiu.

Desde então, Ana Cândida ri e chora toda vez que come cocada.

Nenhum comentário: