sábado, 24 de setembro de 2011

toda sentimento...

Ontem ouvi de perto e ao vivo, essa e tantas outras poesias lindas na voz da Bethânia, que vez ou outra cantava, voz forte, linda e limpa... Fiquei na platéia fascinada e agradecida, pensando que delícia, que benção ter alguém que cante e recite há tantos anos, sentimentos & palavras que me tocam e me cabem tão perfeitamente!

sexta-feira, 23 de setembro de 2011

hora de voar!!



A hora é esta, Nadia: arriscar-se, atirar-se destemidamente na direção do novo. Ainda que muitas pessoas possam se apavorar e tentar lhe demover daquilo que sua alma interpreta como um novo impulso criativo, não se incomode. As pessoas falam porque estão viciadas em certezas e seguranças. Mas O Louco, arcano zero do Tarot, vem lembrar que, eventualmente, alguma loucura é mais do que bem-vinda! Ponha sua vida em movimento e lembre-se que é sempre momento de recomeçar. Evite o medo e não espere as coisas tomarem uma forma “certa” para agir. Vá!

ps- as certezas muitas vezes, são medos disfarçados e como tal, são paralisantes...preste muita ATENÇÃO às suas crenças!!!

quinta-feira, 22 de setembro de 2011

saudade de pátio...



Eu decididamente preciso de um pátio: pra almoçar em dias de sol, pra ler na rede na sombra, pra fazer piqueniques em noites de lua cheia ,pra esquecer do tempo e brincar!

terça-feira, 20 de setembro de 2011

simplesmente...



Tenho memórias que me geram sorrisos instantâneos, e são acionadas de formas variadas, mas fundamentalmente por músicas e cheiros...Facilmente, pela mágica dos sentidos, me transporto pra um tempo e sou de novo. Tudo isso é uma dádiva que eu desfruto plenamente...

Sei certas músicas e certos cheiros, me farão alada... flutuando, revisitada e cheia de uma emoção de antes, e sempre nova...talvez essa seja a fórmula da eternidade.

domingo, 4 de setembro de 2011

por que nasceu uma flor...



Do nada nasceu essa flor... Adoro quando a vida faz dessas, surge, apesar dos pesares, como árvore num muro, nasceu por que quis...resistente e dona!



Então, se insisto no assunto e na homenagem é por que estou impressionada com a Força e a ânsia da vida..Minhas pobres plantinhas da sacada, estavam em total abandono, primeiro foram as chuvas sem fim, depois o sol que veio forte e esqueci de cuidá- lás, ficaram lá minguando e secando sem nenhuma conversa carinhosa, sem nenhuma terra/ esperança nova , nem água é bem verdade...gosto das florzinhas que só abrem as 11 horas e se espalham pelas ruas, isso me fez uma catadora de galhos que possam vir a brotar... Esse que nasceu agora, era só um galho ,pequeno e meio estranho , que fui deixando ficar... Quando vi que estava seco pensei, terei que jogá-ló fora qualquer dia ... Até que hoje amanhece essa flor iluminada e eu que gosto de criar sentidos, acho que essa flor, tão resistente e com vontade própria, quer me ensinar a brotar...

Nasceu pra me lembrar que a vida não desiste, insiste e brota, por que quer, por que faz sentido, por a semente está viva, e vence a falta de água e o meu descaso...
por que reverenciar o sol e o céu...é sonho de flor, ela renasce!