quinta-feira, 8 de julho de 2010

da importância...

Hoje na primeira hora da manhã um amigo querido que não vejo há um tempão entrou no MSN e me disse: “Acordei lembrando a tua importância na minha vida, e aí vim aqui te dizer que não me importo de não te ver nunca, basta saber que tu existe, te adoro!”
Pra carimbar tudo isso, me mandou a musica Dez mil dias da Amelinha e que diz:

Vou me lembrando agora
Dos dias que eu já vivi
Mais de dez mil dias vão indo embora
Ai, é natural eu estar assim
Sonhei de mais, nem percebi
Que esse tempo passa
E a gente nem nota
Mas não, eu não quero
Viver me iludindo
Enfrento meu medo
Pra vida ir seguindo
E tudo que tenho a fazer
É não deixar de viver
Quando o caminho se abrir eu vou


Estou compartilhando isso com vocês, por que fiquei extremamente sensibilizada com o carinho dele e por perceber que a nossa amizade sobrevive mesmo sem o tanto de cuidado que deveria: há muito tempo não visito meu amigo, nunca mais sentamos horas a fio pra falar da vida, não sei o que ele anda sonhando e aprontando, ele também não sabe muito de mim agora, nos gostamos e vibramos com as nossas novidades á distância, torcemos um pelo outro, mas sabemos que “o tempo passa e a gente nem nota” e ás vezes não percebe ou não chega a dizer a importância das pessoas para continuarmos sendo... Ele ao me dizer me acordou pra isso...

Assim escrevo eu homenagem ao meu amigo Padaria, apelidei ele assim, por que sempre tinha um sonho novinho pra compartilhar comigo, pra dizer que ando com saudade de ter tempo pra nós, pra ouvir as musicas que ele baixou na internet, pra falarmos de filmes, pra rirmos e nos emocionarmos falando das trapalhadas e do passado, pra contar das viagens, pra planejar algum coisa lá adiante, pra ver enfim o que a vida tem nos feito e dos medos e dos caminhos que estamos seguindo.
Meu amigo me conhece frágil e forte, já me viu chorar de boca aberta, já me levou pra gritar quando a dor não cabia em mim, me levou no aeroporto numa viagem que era definitiva e como bom amigo que era, só me abraçou e disse: sei da importância dessa viagem pra ti. Não encana e aproveita tudo! Eu me senti cuidada e entendida, e aproveitei...
Acho que ele está certo, tem gente que ocupa outro patamar de importância e de intimidade, independente de mantermos contato, nos sabemos possíveis, nos sabemos disponíveis se o outro precisar, sabemos que ali tem alguém pra contar, alguém que É. Saber que existimos e nos entendemos até em silêncio, nos garante a permanência.
É imprescindível ter alguém assim na vida, tenham e não se esqueçam de dizer essa importância.

Valeu amigão pelo toque e por me deixar emocionada o dia inteiro, também te adoro e agradeço a benção de termos nos encontrado nessa vida e de sermos amigos!

Nenhum comentário: