sábado, 17 de abril de 2010

A Camila voltou delicadamente...

Ela começa assim, com uma citação do Neruda:
"Quero fazer contigo o que a primavera faz com as cerejeiras" e eu fico grata por que sei bem como é bonito se encher de flor e tem gente assim, que ajuda nos brotar e é desse tipo de energia que eu quero (sempre) estar próxima...
ah, eu gosto da Camila, e conheci nem sei bem como, mas com certeza, sei por quê, temos essências parecidas, rimos e choramos por coisas similares, por que as almas tem isso de se reconhecer, reconheci a Milla nas distâncias e aproximações da blogesfera e sou feliz que ela exista, e feliz quando ela ama, e muito feliz, agora que ela volta a ter um blog, anos e anos depois do seu delicioso e intimo Chocolate meio amargo...conheçam a Camila...
Temos mais um gosto em comum, achamos o Mark Ruffalo uma delicia.
Ah esse olhar, esse jeitinho e essa boca... são capazesde fazer uma primavera eterna, repleta de cerejeiras....

Um comentário:

mila_elias disse...

Ô minha amiga, que delíca suas palavras... A Ná é daquelas amigas que moram comigo no tempo da delicadeza. Tão bom ter você por perto! E é bem como tu falou: a gente se identificou, se reconheceu uma na outra assim, de cara. Gente que gosta das pequenas coisas, das nuances, dos detalhes, das cores, do amor... E que procura cada vez mais por só ter amigos assim, do bem. Amigos, companheiros, grupos, cidades, países, o mundo! Porque o amor é contagiante. Obrigada por estar comigo nessa caminhada, minha linda! Amei!