quinta-feira, 11 de fevereiro de 2010

da construção de um vazio...

O que deixou de ser preenchido
ocupa um espaço absurdo
por dentro...
um vácuo
talvez intrasponível
de expectativa frustrada

muro
dique
nada...

Nenhum comentário: