sexta-feira, 10 de julho de 2009

as palavras que me deixaram sem palavras...

Um comentário:

Renata de Aragão Lopes disse...

Calou o mundo
em irretocável discurso,
mas será que plantou
alguma única semente
em alguém com poder decisório?

Minha indignação
já não é tão jovem...
Falta-me crer
na possibilidade de mudança.

A sensação que tenho
é a de que tudo está corrompido
por interesses vis e pequenos.
Tão corrompido,
mas tão corrompido,
que atolado o homem
na própria lama
feita do mal uso do poder.

Que haja novos discursos,
outras vozes infantis e adultas
aos microfones dos poderosos.
Enquanto não forem
verdadeiramente convencidos
- ou convertidos -,
que chances nós teremos?

Um abraço,
parabéns pela excelente postagem
e obrigada pela visita ao doce de lira,
onde pretendo, ainda,
falar a respeito.