sexta-feira, 20 de março de 2009




















Arte:Sam Webber- http://www.sampaints.com/portfolio.html

Sim eu falo demais e me defendo igualmente, sim eu pergunto, respondo e concluo, muito antes...
Pode ser por que aprendi a falar muito antes de andar...
Pode ser por que já sofri demais e forcei muitos sorrisos, o arco e flecha preparado...ou essa dor que não cicatriza para me lembrar de ter cuidado...
Pode ser por que aprendi a carregar pesos desnecessários julgando que eram bagagem...
Pode se chamar ansiedade ou boicote, pode se chamar medo: me apaixonar e já antecipando a rejeição,enumerar as razões inequívocas do não...
Isso nasceu ainda na infância, quando temendo ficar órfão, sofria a morte de meus pais a cada viagem mais distante, chorava e amargava essa morte, até que voltassem...
Pode ser masoquismo ou alguma incapacidade de altos vôos...
Pode ser o vinho, a sexta-feira...
A saudade do brilho que aquela paixão platônica deixou de ter, por que deixei de acender, e isso eu sei fazer bem, deixar...
Pode ser carência, prepotência, intolerância, ou de novo e sempre o tronco que carrego em todos os vôos...
Pode ser só a velha incontinência verbal, a falta das palavras dele e do silêncio, a falta da luz daquele olhar que me identifique e me cale...
Pode ser só falta de um abraço que faça sentido e aqueça esses primeiros frios...
Tudo pode ser...

Nenhum comentário: