quarta-feira, 22 de outubro de 2008

Por amor aos nossos filhos....

A Elisa, amiga que acabo de conhecer e com quem descubro grandes afinidades, nos alertou e sugeriu alguma ATITUDE, diante da morte estúpida do jovem Igor Carneiro,de 18 anos, vítima de uma bala perdida numa "festa" em Porto Alegre.

Assim surge nosso blog:
www.porondeandamnossosfilhos.blogspot.com

Simbolizando nosso movimento de MÃES...na busca de apoio, união, idéias e mudanças para melhor!


Somos um grupo de mães e mesmo que tenhamos a intenção de possuir super-poderes e de darmos conta de "quase" tudo, somos um grupo de adolescentes que cresceu e teve a benção de frutificar, não recebemos junto com o exame de gravidez nenhum manual de instrução, crescemos junto com nossas crias diariamente, algo instintivo algo aprendido, mas o fato é que estamos tateando no caminho, passos rápidos ansiosos ou pausados, tentando acertar a medida do amor e do cuidado, acreditamos nos valores que passamos pros nossos filhos, acreditamos que autonomia e liberdade são grandes qualidades a serem estimuladas, estamos aprendendo dia-a-dia o exercício de amor e atualmente do medo.
O medo nos ronda nas noites e nos dias, nas festas de bebida liberadas, nas drogas de tão fácil acesso, na violência gratuita, no trânsito e não somos de modo nenhum mães "caretas", fomos adolescentes, sabemos o quanto são deliciosas as festas e as lembranças que guardamos e quanto também lá acreditávamos que "não dava nada", "que era excesso e piração dos nossos pais", etc...
Nossos receios são genuínos, e infelizmente uma morte gratuita e estúpida como a do Igor, nos autoriza a falar desses medos a exorcizá-los a trazê-los á luz, a nos unirmos nesse caminhar, que tem um único objetivo, que nossos filhos sejam felizes e tenham tempo de realizar todos os seus sonhos...

O IGOR NÂO PODE FICAR, MAS O TEU FILHO PODE!!!

terça-feira, 21 de outubro de 2008

a felicidade...




A SOL me deu de presente, o mapa da felicidade, no cérebro, e disse que parece simples pra mim catadora de LUMES...

Acredito
a felicidade
é saber se deliciar
com detalhes
CATO o brilho que vier
as vezes é reflexo
ás vezes é vidro
ás vezes é diamante
a gente nunca sabe bem
se é vagalume
ou
estrela cadente
é sempre fascinante...
fora todo o brilho
que já houve
TUDO pode
vir a brilhar

é preciso estar atento
olhos pra fora e pra dentro!

sábado, 18 de outubro de 2008

Nós que nos amavamos tanto...

O Filme escolhido pelo nosso grupo de cinema da noite passada foi perfeito e acendeu considerações até altas horas, C'eravamo tanto amati, o belíssimo filme de Ettore Scola que homenageia o cinema, a amizade, o idealismo e o amor.
Estão ali as contradições,as lutas em todos os fronts, as internas e as externas, as mudanças,os reencontros,o tempo com seu sarcasmo rindo das ingenuidades, chocando e com sua sabedoria reconstruindo.
Aquele sogro gordo, seria a personificação do capital ou da ambição? Ameaçando Gianni de que nunca morreria e estaria sempre assombrando a sua solidão de homem rico?
Foi o Antônio o grande vencedor, comentaram os "guris" por que ria feliz ao final e tinha seu amor reconquistado...
Somos todos felizmente, ainda românticos e idealistas, a escolha deste filme comprova isso. Grande Scola!
.




C'ERAVAMO TANTO AMATI
Itália- 1974
Diretor: Ettore Scola
Atores principais:Nino Manfredi,Vittorio Gassman, Stefania Sandrelli, Stefano Satta Flores.

segunda-feira, 13 de outubro de 2008

um homem e tanto...

Eu gosto de gente, assim bato o olho, aprumo o ouvido, presto atenção no jeito que fala, canta, ri, suspira, se envergonha,coça a cabeça e assim acende meu gostar, por que gosto de gente que me parece gente e não gente personagem, não gente paisagem , gosto de gente que me desperta a humanidade, com quem eu tenho vontade de continuar conversando noite a dentro, gente que me dá mostras de que tem alma e coração do melhor tipo, e com quem tenho vontade de conviver.
E desse tipo de gente que ri com os olhos, que não tem necessidade de se fazer maior, nem se engrandecer, gosto ainda mais, e nesse final de semana, fiquei assim encantada pelo Ivo Pitanguy, não o conheci de pertinho, mas fiquei louca pra levá-lo pra algum café e continuar a conversa, que teve com a Marília Gabriela e que eu assisti.
Disse ele uma verdade que eu compartilho, antes de ser um cirurgião plástico, todos são médicos, e por formação devem reconhecer sintomas e patologias, e não devem levar pra uma sala de cirurgia e pra ponta de um bisturi, alguém que está fora de seu juízo perfeito e por isso “se odiando”, uma coisa é dar a uma pessoa uma melhor qualidade de vida, livrando-a de um complexo ou de uma indesejada situação, outra bem diferente é estar diante de um ser infeliz e que quer trocar tudo, que não tem uma correção de nariz, pálpebras, orelhas, queixo, barriga ou seio, mas alguém que tem uma insatisfação generalizada e quer ser outra pessoa, isso se trata com psiquiatra.
A Marília Gabriela num dado momento pergunta, e o senhor nessa área estética, o que já fez? Ele sorriu de um jeito meio menino e disse: "nunca fiz nada, nem botox, nem plástica, ás vezes me incomodo com algum detalhe, penso em fazer, mas tenho preguiça, medo também um pouco, mas principalmente tenho um ego tolerante, me agüento bem!"
Achei o máximo que o maior nome em cirurgia plástica, a grande referência, reconhecido internacionalmente, que implantou há 47 anos na Santa Casa uma escola e já formou inúmeros cirurgiões, desenvolvendo um trabalho que aproximou a cirurgia plástica, estética e de reparação as classes menos favorecidas, nunca tenha feito um “reparo” e nem tenha sentido necessidade de.
Gostei ainda mais do Dr Ivo, pelo comentário que fez em relação a industria da cirurgia plástica: " se algo te incomoda e seja possível reverter, faça, mas por ti, não por nenhum tipo de pressão externa, nem por que é moda, nem por que teu emprego exige, que isso é patético".
E finalmente pelo sábio conselho de beleza que deu, ele acredita que o grande segredo é: " cercar-se de pessoas de bom humor e desenvolver um ego que tenha bastante tolerância".

Amei reconhecer nele um grande homem, uma grande personalidade e uma ética exemplar, que merece todo o reconhecimento e aplausos pelos seus anos de estudo e experiência, tomara que um dia possamos tomar aquele café.

sábado, 11 de outubro de 2008

www.cemporcentometade.blogspot.com

Meu querido Exu Pandorga, entrou na blogsfera...a ele, que é poeta delicioso, devo meu retorno a comunidade do Jucunditas e só por essa razão ao orkut, como codinome feito ele: Clara Pandorga...

Acabo de ler por lá:
"rãs, mães e irmãs - criadoras criaturas:
infelizes para sempre
infelizes desde sempre
eis o contexto
eis a cultura..."


... "a sapa romântica
sonha
mas não
com um príncipe humano".


Acabo de te ler o Exu, e pensar, que o José Miguel Wisnik está com toda a razão quando diz: "É SOBRE HUMANO AMAR"... e aí essas invenções, essas paixões, os sapos, as lamentaçoes e os principes que não vem...são só tentativa de "humanizar" o amor...estupidamente transformando-o num conto de fada inatingível! E segue o baile e o círculo vicioso...e eu que não sou princesa, nem nada, sou obrigada a acordar sem beijo!

domingo, 5 de outubro de 2008

Quien dice que es facil?

Filme de Juan Taratuto


Menos Mal- Andrea Echeverri

Menos mal que apareciste
Menos mal me convenciste
Menos mal sigues aquí

Menos mal nos ofendimos
Menos mal nos perdonamos
Menos mal nos dimos otra oportunidad

Menos mal que construimos
Menos mal nos decidimos
A seguir hasta el final

Menos mal nos equivocamos
Menos mal nos enmendamos
Menos mal volvimos a empezar

No te vayas nunca lo malo disculpa
No te alejes no me dejes

Menos mal que apostamos
Que semillitas sembramos
Que nos hacemos reír

Menos mal nos divertimos
Como niños sorprendidos
Menos mal sentimos juntos ganas de vivir

Menos mal nos conectamos
Menos mal nos impregnamos
Menos mal nos penetramos

No te vayas nunca...