sexta-feira, 11 de julho de 2008

Diário de um apaixonado...Sintomas de um bem incurável...

É um livro do Fabrício Carpinejar e do Rodrigo Rosa,Poético e lúdico,MUITO LINDO!...
Ganhei ontem, numa espécie de sorteio, onde a pergunta chave foi:
Quem vai se apaixonar hoje?
Não me apaixonei, por nenhum olhar, cheiro ou boca.
E espero que não me tirem o prêmio em função disso. Por que por outro delicioso lado,ouvindo o Fabricio embevecer o Ostermann, me reapaixonei pela poesia e depois, naveguei pelo livro, com a vontade sorridente de um apaixonado, com uma leveza flutuante que nem busca ou tem sentido, mas veste tudo com uma luz e uma cor incomparáveis.
O dia só pra me mostrar todas as possibilidades, se vestiu de primavera e fez vento norte, morno, quase um beijo na nuca.
Recordei o quanto em estado de paixão sou melhor e sorrio fácil, de repente acesa pelas palavras, abandono qualquer vestígio de casulo ou tatu bola que pudessem me ofuscar e amedrontar a alma, me quero borboleta, de novo e de novo e de novo, e estar com a poesia acesa é meia felicidade garantida...é brasa, estou por um sopro...

Nenhum comentário: